Estrutura

A GCNP funciona de acordo com as diretrizes gerais do UNGC e segundo o seu regulamento. É esperado que todos os seus participantes integrem a rede do seu país, podendo também integrar redes de outros países onde desenvolvam operações com impacte relevante na sociedade, economia ou ambiente locais. Assim, a GCNP será composta por todos os participantes com sede em Portugal e também por subscritores do UNGC com operações relevantes em Portugal que desejem aderir ao GCNP.

Também são convidadas a participar no GCNP organizações da economia social e outras partes interessadas, além das organizações económicas clássicas como as empresas. Entre estas, podemos destacar Câmaras Municipais, Universidades, Associações EmpresariaisONG e outras Associações e Sindicatos.

As condições de adesão à GCNP são definidas pela Comissão Coordenadora, de acordo com os critérios estabelecidos pelo UNGC. O direito de voto na GCNP depende do pagamento de um donativo anual, fixado pelo Conselho Geral. 

Veja como aderir.