Notícias

MAIO | MÊS DO TURISMO SUSTENTÁVEL


 

No seguimento da aprovação da Agenda 2030 da ONU, os países foram exortados a participar ativamente na sua concretização, através de ações e medidas urgentes que congreguem o contributo de todos. Em Portugal, a Aliança ODS Portugal assumiu esse compromisso, mobilizando a sociedade portuguesa em torno dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. 
 
Numa altura em que o setor do turismo é a maior atividade económica exportadora do país, tendo as receitas turísticas registado um contributo de 8,2% no PIB português, é fundamental que Portugal contribua, de forma direta e concreta, para a concretização do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 12 – Consumo e Produção Sustentáveis:
 
12.10 Desenvolver e implementar ferramentas para monitorizar os impactos do desenvolvimento sustentável para o turismo sustentável, que gera empregos, promove a cultura e os produtos locais

Foi a pensar nisso que o Board da Aliança ODS Portugal declarou o próximo mês de maio como o Mês do Turismo Sustentável, apelando a todas os seus Membros que adiram a este movimento de sensibilização pública utilizando, durante todo o mês de maio, o SELO Aliança ODS Portugal | Turismo Sustentável.
 
Conheça a Mensagem Oficial | Maio - Mês do Turismo Sustentável de Mário Parra da Silva, Presidente da Aliança ODS Portugal:

Maio é um mês de fortes tradições em Portugal, com a festa da recolha da espiga e de flores silvestres, como símbolo da prosperidade e das dádivas da Natureza. Neste período, o nosso território chega ao auge da sua beleza e atratividade nos campos e nas praias, nas serras e nas cidades. Luz e temperatura, cor e abundância, fazem as pessoas sentir-se bem e apreciar a vida.
É a época auge da recepção de visitantes, nacionais e estrangeiros, que procuram desfrutar desses bens.
 
No quadro da Sustentabilidade é o melhor período para lembrar a necessidade de manter e ampliar esta dádiva da Natureza. É o período certo para apelar à sustentabilidade do Turismo, ou seja, a politicas e práticas de Turismo Sustentável, seguindo as grandes orientações globais da Agenda 2030 das Nações Unidas e os seus 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável.
 
Para Portugal significa defender e valorizar o seu maior tesouro: a beleza dos seus campos e cidades, as tradições dos seus povos, a originalidade, variedade e riqueza da sua gastronomia, a qualidade do seu clima e recursos naturais. A diferenciação virá da manutenção das nossas características, no respeito pela nossa gente.
 
Para que, não só esta mas as próximas gerações, possam usufruir e oferecer o que hoje temos, é essencial trabalhar pela sustentabilidade no nosso País, mas também apoiar os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas para construir o Mundo que queremos.
 
As alterações climáticas são geradas por opções nos mais diversos cantos do mundo, mas afetam a nossa terra. A luta contra a pobreza e a fome fará uma humanidade mais equilibrada e feliz e isso afetará a nossa economia. Proteger e valorizar a vida na Terra e nos Oceanos trará consequências positivas para Portugal. A aposta na economia circular e em politicas sustentáveis de produção de energia irão gerar novas formas de uso de todos os bens e mudar transportes, habitações, estilos de vida.  
 
A Aliança ODS Portugal declarou Maio de 2019 o Mês do Turismo Sustentável. Será emitido um Selo para uso de todas as entidades da Aliança e quaisquer outras da Sociedade Portuguesa que entendam apoiar esta causa.
 
Todas as Organizações da Aliança são convidadas a contribuir da forma que entenderem, no quadro das suas funções próprias. Através de ações de intervenção ou de sensibilização, podemos, de facto, contribuir para melhorar a consciência e as práticas dos que influenciam as formas de organização, prestação e responsabilização desta industria, no turismo rural, religioso, de praia e de cidade, de montanha e de rios, de monumentos e tradições ou de silêncios e contemplações.
 
O objetivo é chegar a TODOS os Portugueses. Que ninguém fique para trás.
Com mais de 150 organizações de grande alcance como seus membros e com dezenas de Embaixadores em todo o País e setores de atividade, estamos certos de que a Aliança conseguirá prestar esse serviço a PORTUGAL.
 
Contamos com todos.


Mário Parra da Silva
Presidente da Aliança ODS Portugal