PPI - Plataforma Portuguesa para a Integridade

 

 

O combate à Corrupção em todas as suas formas é um dos 10 Princípios do UN Global Compact e uma das Metas do ODS 16 da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável. Este Objetivo pressupõe a criação de uma economia global mais sustentável e transparente, nomeadamente através da redução significativa dos fluxos ilegais, financeiros e de armas, da redução substancial da corrupção e do suborno em todas as suas formas, e do desenvolvimento de instituições eficazes, responsáveis e transparentes em todos os níveis.

A PPI – Plataforma Portuguesa para a Integridade surge na sequência da Campanha Anticorrupção da Global Compact Network Portugal e da Associação Portuguesa de Ética Empresarial – que decorreu em Portugal entre setembro e dezembro de 2019 –. A iniciativa tem como principal objetivo passar das ideias à realidade, através do desenvolvimento de estratégias e atividades que, de facto, tenham um impacte positivo na sociedade.

Esta Plataforma é composta por todos os signatários da Call to Action, que se organizarão em grupos de trabalho, com o objetivo de aprofundar as questões da Integridade, da Transparência, da Ética e da Boa Governação.

A PPI terá como base um conjunto de documentos pertinentes para a promoção da Integridade e criação de uma estratégia:

 
 
 
Lista de organizações signatárias da Call to Action Anticorrupção:
  • ABAE - Associação Bandeira Azul da Europa
  • ACEESA – Associação Centro de Estudos de Economia Solidária do Atlântico
  • AEPSA - Associação das Empresas Portuguesas para o Sector do Ambiente
  • Águas de Portugal
  • Águas da Região de Aveiro
  • Águas de Portugal Energias
  • Águas de Portugal Internacional
  • Águas de Portugal Serviços Ambientais
  • Águas de Santo André
  • Águas do Algarve
  • Águas do Alto Minho
  • Águas do Centro Litoral
  • Águas do Douro e Paiva
  • Águas do Norte
  • Águas do Tejo Atlântico
  • Águas Públicas do Alentejo
  • APB – Associação Portuguesa de Bancos
  • APDSI - Associação para a Promoção e Desenvolvimento da Sociedade da Informação
  • Baía do Tejo
  • BragaHabit
  • Caixa de Crédito Agrícola Mútuo do Baixo Vouga C.R.L.
  • Câmara Municipal de Azambuja
  • Câmara Municipal de Loures
  • CCP – Confederação do Comércio e Serviços de Portugal
  • Circuito do Estoril
  • CIP – Confederação Empresarial de Portugal
  • CNE - Corpo Nacional de Escutas
  • Companhia das Lezírias
  • Dima – Equipamentos industriais
  • EcoGestus
  • Efacec Power Solutions
  • EPAL – Empresa Portuguesa das Águas Livres
  • Everis Portugal
  • Ferconsult - Consultoria, Estudos e Projectos de Engenharia de Transportes
  • Florestgal
  • Fundação Oriente
  • Fundiestamo
  • Groquifar – Associação de Grossistas de Produtos Químicos e Farmacêuticos
  • HFA - Henrique Fernando e Alves
  • IAPMEI - Agência para a Competitividade e Inovação, I.P.
  • Indaqua – Indústria e Gestão de Água
  • INCM – Imprensa Nacional Casa da Moeda
  • Infraestruturas de Portugal
  • Instituto de Informática, I.P.
  • Instituto Politécnico de Setúbal
  • InvestBraga
  • ISCAL – Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Lisboa
  • Junta de Freguesia de São Domingos de Rana
  • Junta de Freguesia de São Miguel de Poiares
  • Litoral Wines
  • L’Oréal Portugal
  • Metropolitano de Lisboa
  • Montepio Geral - Associação Mutualista
  • Nauta
  • Ordem dos Cidadãos
  • Pavilhão do Conhecimento - Centro Ciência Viva
  • Parpública – Participações Públicas
  • Pedra Base – Formação
  • Pikikos
  • Powerful Screen
  • RF - Imobiliária
  • Sagesecur
  • Securitas
  • Servimetro – Serviços de Meteorologia, S.A.
  • SIMAB – Sociedade Instaladora Mercados Abastecedores
  • SIMARSUL
  • SIMDOURO
  • TAP SGPS
  • Tabaqueira
  • Theatro Circo
  • Tobor - Acessórios para a Indústria
  • Universidade Católica Portuguesa
  • Vitality Cap

 

Documentos relacionados:

  • Termos de Referência da PPI (brevemente disponível)

 

 

12-02-2020